Blog do Pr. Afrânio

O PASTOR "BOLA DE FOGO"

Líder Gay admite que AIDS é uma doença Gay e porque querem caçar o Dep.Marco Feliciano

Importante militante gay norte-americano se desvia do discurso oficialimposto pelo lobby gay, e reconhece publicamente que o comportamento homossexual oferece alto risco à saúde, que homossexuais são os principais responsáveis pela disseminação do HIV, e que a AIDS (SIDA) é, essencialmente, uma doença gay

Líder homossexual surpreende a seus militantes: “O AIDS é doença nossa”

WASHINGTON DC, 15 Fev. 08 / 12:00 am (ACI).- Em uma conferência pública, Matt Foreman, diretorexecutivo de saída da “National Gay and Lesbian Task Force” (NGLTF), uma das organizações de pressão homossexual mais influentes e agressivas dos Estados Unidos, paralisou a seus seguidores e partidários ao confessar que a conduta homossexual é a principal causa da transmissão do vírus do AIDS.

Ao falar sobre o tema do AIDS em seu discurso de despedida, perante uma audiência composta por membros e simpatizantes da NGLTF, Foreman se referiu às cifras oficiais das autoridades de saúde nos Estados Unidos, que deram o alarme sobre um incremento da transmissão do AIDS.

“Internamente, quando se publicam estes números, a comunidade homossexual estabelecida parece encolher-se de ombros coletivamente, como se este não fosse o nosso problema”, disse Foreman.

“Senhores: sendo homossexual ou bissexual o 70 por cento das pessoas neste país que vivem com o HIV,não podemos negar que o HIV é uma doença homossexual. Temos que aceitar e encarar direto este fato”, adicionou o ativista, para o assombro de seus seguidores.

As declarações de Foreman, silenciadas maioritariamente pela imprensa secular, somam-se às que um ano atrás realizou Lorri Jean, Diretora Executiva do “Centro Homossexual e Lésbico” de Los Angeles (Califórnia), também dirigindo-se a um grupo de militantes: “O HIV é uma doença homossexual. Aceitem-no. Botem o ponto final”.

Diversas organizações pró-vida e pró-família convidaram recentemente Foreman e outros ativistas homossexuais a superar diferenças ideológicas e unir-se em uma campanha para ajudar aos homossexuais a aceitar o que as estatísticas de saúde evidenciam nos Estados Unidos: que o AIDS está transmitindo-se maioritariamente através de atos homossexuais.

As cifras de saúde também demonstraram que a difusão de uma nova mutação do mortal estafilococo dourado, está-se produzindo quase exclusivamente entre homossexuais. “A única medida eficaz para prevenir a difusão de ambas as enfermidades é a mudança no estilo de vida dos homossexuais”, assinalou Matt Barber, diretor do Concerned Women of America, uma das organizações pró-família não denominacionais que pediram aos militantes homossexuais do país iniciar uma campanha para mudar seus hábitos sexuais.

“Espero que esta admissão leve a uma mudança nas agendas liberais que vêm impulsionando a aceitação, em vez da correção, do estilo de vida dos homossexuais militantes”, assinalou Barber.

Ajude o Ministério Shalom e a CREIA  Realizar Missões no Piauí deposite qualquer quantia:

Banco: Caixa Econômica Federal

Agência: 0699

Op: 013

Conta Poupança: 00072844-0

* Pastor:Afrânio Medeiros

MINISTÉRIO ITINERANTE SHALOM (TERESINA – PI)

E-mail:pastor.afranio@yahoo.com.br

“O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei” Jo 15.1

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: